Um sistema de jogo revolucionário, cativante e diferente de tudo o que você já viu Ideal para introduzir aquele seu amigo que não gosta de RPG ou o(a) seu(sua) namorado(a) que torce o nariz para o maravilhoso mundo dos jogos de interpretação.

Seja um paciente em recuperação que precisa descobrir suas memórias perdidas em uma cliníca de recuperação para doentes mentais. Excepcional jogo para Contação de Histórias!

---

Duas mulheres e um homem, todos usando jalecos brancos, sentam ao redor de uma mesa com uma tigela de moedas no centro. Cada um deles tem um punhado de moedas e um formulário impresso. Diante da mulher mais velha há um pedaço de papel com as palavras “uma máquina de esticar caramelo” escritas nele.

“… e meu pai olhou para mim e disse: ‘Se você não quer andar na montanha russa, você não precisa ir. Pode esperar aqui na doceria enquanto seu irmão e eu vamos’”, disse a mulher mais velha. “Eu estava assustada”. Enquanto fala, a lembrança do terror assombra sua voz.

Sua expressão fica subitamente vazia. Ela vira-se para o homem. “O que eu fiz ou disse, então?”, ela pergunta, oferecendo a única moeda diante dela.

O homem pensa por um momento, suas sobrancelhas enrugadas. Olhando para ela, responde: “Você disse ‘Não, eu quero ir com você’”.

Ela vira-se para a mulher mais jovem “Ou então…”, ela começa, oferecendo a mesma moeda.

“Você ficou lá na doceria, mastigando seu caramelo”, a outra mulher diz.

Ela aguarda antes de falar de novo. “Sim, eu lembro agora. Eu disse ‘Não, eu quero ir com você’”. Ela entrega sua moeda para o homem. “E tive uma hora fantástica. Foi tão emocionante, tão maravilhoso. Foi quando eu descobri o que queria fazer com minha vida. E isso é tudo que eu lembro”.

Ela sorri enquanto escreve no seu formulário “Quando eu penso em máquinas de esticar caramelo, eu lembro como eu descobri o que queria fazer com a minha vida. Eu nunca senti que tinha um propósito antes”. Depois que termina, ela pega uma moeda da tigela.

“Uma moeda pelos meus pensamentos”, ela diz.

 

A Penny for my Thoughts

R$49,90
A Penny for my Thoughts R$49,90
Sucesso! Você tem frete grátis
Frete grátis a partir de R$199,00
Entregas para o CEP:

Frete grátis a partir de R$199,00

Um sistema de jogo revolucionário, cativante e diferente de tudo o que você já viu Ideal para introduzir aquele seu amigo que não gosta de RPG ou o(a) seu(sua) namorado(a) que torce o nariz para o maravilhoso mundo dos jogos de interpretação.

Seja um paciente em recuperação que precisa descobrir suas memórias perdidas em uma cliníca de recuperação para doentes mentais. Excepcional jogo para Contação de Histórias!

---

Duas mulheres e um homem, todos usando jalecos brancos, sentam ao redor de uma mesa com uma tigela de moedas no centro. Cada um deles tem um punhado de moedas e um formulário impresso. Diante da mulher mais velha há um pedaço de papel com as palavras “uma máquina de esticar caramelo” escritas nele.

“… e meu pai olhou para mim e disse: ‘Se você não quer andar na montanha russa, você não precisa ir. Pode esperar aqui na doceria enquanto seu irmão e eu vamos’”, disse a mulher mais velha. “Eu estava assustada”. Enquanto fala, a lembrança do terror assombra sua voz.

Sua expressão fica subitamente vazia. Ela vira-se para o homem. “O que eu fiz ou disse, então?”, ela pergunta, oferecendo a única moeda diante dela.

O homem pensa por um momento, suas sobrancelhas enrugadas. Olhando para ela, responde: “Você disse ‘Não, eu quero ir com você’”.

Ela vira-se para a mulher mais jovem “Ou então…”, ela começa, oferecendo a mesma moeda.

“Você ficou lá na doceria, mastigando seu caramelo”, a outra mulher diz.

Ela aguarda antes de falar de novo. “Sim, eu lembro agora. Eu disse ‘Não, eu quero ir com você’”. Ela entrega sua moeda para o homem. “E tive uma hora fantástica. Foi tão emocionante, tão maravilhoso. Foi quando eu descobri o que queria fazer com minha vida. E isso é tudo que eu lembro”.

Ela sorri enquanto escreve no seu formulário “Quando eu penso em máquinas de esticar caramelo, eu lembro como eu descobri o que queria fazer com a minha vida. Eu nunca senti que tinha um propósito antes”. Depois que termina, ela pega uma moeda da tigela.

“Uma moeda pelos meus pensamentos”, ela diz.